Bem vindos ao Fanfics da Cah. Sou Camila Cocenza, futura garota de programa! E não, não é o que estão pensando, apenas pretendo cursar Engenharia da Computação. Para mais informações: cahcocenza@hotmail.com

21/09/2011

Capitulo 5

N/A: Nem vou me desculpar kkk porque sempre vai ser o mesmo discurso "Falta de tempo pra escrever... bla...bla...bla". Meninas obrigada pela força que me deram em  relação a sacanagem que me fizeram. Fiquei feliz com o apoio de vocês.

Bom, aqui está o capitulo. Espero que gostem. Trago ainda essa semana DEIXE-ME TE AMAR,  é que eu travei bem no lemon kkkk Oooops... SPOILER!

-------


Capitulo 5

POV Bella

 Mantive meus olhos no tórax de Edward, enquanto fugia de seu olhar.

- Me desculpe. – Repeti.


- Bells. – Ele suspirou, girando na cama e ficando com aquela barriga gostosa para cima. – Já disse que a culpa não foi sua, estávamos bêbados.

- Bêbados?! – Rolei os olhos – Você estava bêbado, eu não! Só tomei fanta uva.

- Te conheço, sei como fica quando toma fanta uva.

- Isso não vai diminuir minha culpa... Eu... Eu praticamente te estuprei.

- Tente entender que a culpa não foi só sua, mas minha também. Droga... Estou me sentindo mal, sabe... Jacob.

Fechei os olhos, sentindo vontade de chorar. Porque ele tinha que falar de Jacob logo agora? Porque ele tinha que ficar questionando sobre o que aconteceu ontem? Podíamos simplesmente continuar da maneira como acordamos... Abraçadinhos, embolados um no outro.

- Se isso te atormenta tanto. Vamos fingir que nada aconteceu. – Sussurrei, dando de ombros, e tentando mostrar que eu não me importava muito, mas como eu disse... Tentando.

- Uff, só agradeço a Deus por ter sido com você, não é? Imagina se eu acordo ao lado de uma desconhecida?

- Pois é. – Torci os lábios – Imagina se ela gosta da noite e se apaixona por você.

- Vira essa boca para lá, flor.

Ri baixinho. Bom, era só isso que eu podia fazer... Rir. Rir para não chorar.

Me arrastei até ele, abraçando-o.

- Me desculpa, mesmo, eu devia ter me refreado e...

- Bella, acabou. Vamos fingir que nada aconteceu... Somos amigos, não podemos deixar uma coisa dessa acabar com nossa amizade.

- Ok.

- Pode se afastar um pouco? – Murmurou desconfortável – Você está nua.

OMG. Verdade! Eu estava nua!

Quando eu estava puxando o edredom para cima de mim a porta do quarto foi aberta.

- Edward, Bella?

- Mãe! – Meu muso se encolheu na cama, já que usava apenas uma boxer preta... Aquela boxer o deixava tão delicioso... Tão... Tão... Recheado.

- Ih, eu disse que devíamos bater! – Carlisle entrou logo atrás dela. Quando notou que eu estava apenas com um lençol sobre o corpo piscou para Edward – Esse é meu filho...

- Pai, mãe, saiam daqui!

- A casa é minha... – Minha sogra cantarolou, aproximando-se da cama com uma bandeja. – Oh Deus, estou tãooooo feliz com a novidade!

Fiquei confusa quando a vi colocar uma bandeja em meu colo.

- Que novidade?

- Eu vou ser avó! – Soltou um gritinho, enquanto pulava pelo quarto. – OH MEU DEUS! EU VOU SER AVÓ!

- Não acredito que Jasper... – Edward travou o maxilar – Alice está grávida? Eu vou castrar aquele idiota!

- Alice? – Carlisle negou com a cabeça. – Não, estamos falando de Bella.

- E-EU?! – Engasguei com minha língua. – EU?

- Oh querida, sei que deve estar nervosa... – Esme sentou-se na beira da cama – Mas vou estar aqui, prometo te ensinar a trocar fraudas, dar banho... Sabe, essas coisas de mãe, afinal, vivi isso três vezes e foi uma experiência maravilhosa. Bom, não posso garantir que parir esses três cabeções foi fácil porque não foi... Eles me rasgaram, literalmente.

- Mãe... – Edward estava tão embasbacado quanto eu. – Quem te falou isso? Bella... Bella não está grávida!

- Vocês estão confusos e perturbados, também fiquei assim. – Minha sogra doidinha pulou da cama e saiu puxando Carlisle pela porta – Faça-a se alimentar direitinho, quero que minha neta nasça forte e linda, igual a mim.

Fiquei encarando a porta que se fechou.

Eu? Grávida?!

Comecei a rir histericamente, logo Edward passou a me acompanhar.

- Me desculpa. – Puxei o ar, me recuperando da crise de riso. – Mas sua mãe é doida. Eu? Grávida?!

Ele também me acompanhou.

- Ela só pode estar louca. Você, grávida...

- É... Muito louca.

Continuamos rindo.

Eu grávida... Que doideira!

[...]

Me senti constrangida quando chegamos a cozinha, afinal, todos param de conversar e se viraram para nós, sorrindo.

- Mãe... – Edward cruzou os braços – Espero que você não tenha saído espalhando aquele absurdo por ai.

- Eu?! – Esme sussurrou ofendida, levando a mão ao peito.

- Sim, você. – Estremeci, quando a mão de Edward tocou minha cintura e me guiou até a mesa.

Me sentei, evitando olhar para eles.

- Lavei umas frutas pra você. – Esme apontou uma cesta com bananas, maças, uvas e morangos. – Elas são ótimas em uma gestação.

- Mamãe...

- Ah, qual é! – Minha sogra fake resmungou – Eu sempre quis ser avó, deixe-me curtir esse momento ok?!

- Eu não estou grávida Esme.

- Está sim.

- Não está não mãe!

- OMG, eu vou ser tiozão?!

- Emmett não! Bella não está grávida!

- Oh, se for um menino vai ser fantástico! – Carlisle sorrindo, começando a discutir com Emmett qual time meu filho que não existia ia torcer.

- Eu não estou grávida...

- Ei, mas pode ser uma menina, não comecem a fazer planos para um menino.

- Pode ser um menino e uma menina, imagina que maravilha, GEMEOS!

Fechei os olhos, tentando me acalmar e não gritar para eles que eu não estava grávida porque eu não tinha nada com o filho deles que é gay.

Emmett, Carlisle, Rosalie, Jasper e Esme falavam todos ao mesmo tempo, apenas Alice que continuava falada.

- Eu acho que perdi a fome. – Me levantei. – Vou para o quarto.

- Eu já comi, vou subir com você. – Alice também se levantou.

- Ok. – Suspirei, saindo da cozinha sendo acompanhada por Alice.

E eu ainda pude ouvir Esme dizer algo como: “Ela precisa comer para a criança se desenvolver saudável

Subimos para o segundo andar e antes que eu entrasse no quarto Alice segurou meu braço.

- Bella porque esta fazendo isso? – Ela indagou, deixando-me confusa.

- Isso o que?

- Fingindo ser namorada do meu irmão.

Arregalei os olhos, encostando-me na parede.

- D-do que você esta falando?

- Vamos lá Bells, não tente me enganar. – A nanica cruzou os braços bufando. – Eu sou sua amiga há muito tempo, te conheço melhor que ninguém. Sei que está fazendo isso porque gosta do meu irmão, mas já pensou que no final disso tudo você pode sair machucada?

- Alice, não diga bobeira! – Tentei inverter o jogo – Edward e eu estamos namorando sim!

- Bella... – Ela suspirou – Eu fui a Forks uma vez e o vi com um moreno.

- Ah, deve ser Jacob. Ele é nosso amigo.

- Amiga, Edward é gay.

- Não Alice, Edward não é gay!

Minha amiga cruzou seus braços, teimosa.

- É siiiiiiiiiiiim!

- Não é nãooooooooo!

- O que é sim ou não? – Arregalei os olhos quando ouvi a voz de Emmett atrás de nós. Olhei para Alice, implorando que ela não falasse.

- Er... Estamos discutindo sobre o sexo do meu filho. – Soltei sem pensar.

- Ahhhh, então agora você está confessando que esta grávida? Que massa, geral vai pirar.

Antes que eu falasse algo ele correu pelo corredor.

- Merda! – Levei minha mão a minha cabeça. – Olha o que você fez Alice!

- É isso que da mentir. – Ela suspirou – Isso tudo vai virar uma bola de neve amiga... Mas fique tranqüila, não vou sair por ai espalhando que meu irmão é gay.

Dei as costas para ela e entrei no quarto que estava dividindo com Edward, batendo a porta.

Caminhei até a cama e me sentei ali. Droga... Edward ia me matar!

POV Edward

Assim que Bella saiu da mesa repreendi minha família e também sai da mesa. Encontrei um celular na sala e fui para a sacada.

Disquei o numero de Jacob e o esperei atender. Depois eu apagaria o numero da agenda.

Enquanto chamava, eu ia me sentindo mal, afinal, eu de certa forma o trai ontem. Merda, merda e merda! Como pude transar com Bella?! Ela é minha melhor amiga e... E eu tinha Jacob.

Mas devo confessar que foi algo totalmente diferente de tudo que já pratiquei. Não vou negar que Bella é linda de corpo e muito boa na cama... Bom, apesar que eu não posso elogiar tanto, já que eu nunca havia transado com uma mulher.

Eu ainda me lembrava do gosto da sua boca e da textura de sua pele sob meus dedos, eu pod...

 - Alô?

A voz de Jacob me fez perder a linha do raciocínio. Fiquei em silêncio, sem coragem de falar com ele.

- Quem é?

Desliguei e apaguei a chamada da lista. Ouvi gritos e assovios vindos da cozinha. Voltei para lá deixando o celular na sala.

- EUUU VOOU SER TIOOO!

- E EU VOVÓOO

- EU VOVÔOO!

- Não acredito que vocês ainda estão com essa merda na cabeça. – Gemi, frustrado. – Bella não está grávida.

- Está sim, está sim, está sim! – Meu irmão cantarolou. – Ela acabou de me dizer isso.

- O QUE? – Praticamente gritei.

- Ela estava brigando com Alice lá encima, qual seria o sexo do bebê.

- Ela só pode estar louca! – Resmunguei, saindo da cozinha e subindo para o andar de cima. Entrei no quarto e a encontrei sentada na cama. – Bella, porque disse aquilo a Emmett? Ficou louca?

- Me desculpa. – Ela resmungou, jogando-se para trás na cama cobrindo o rosto com os braços. O gesto fez sua blusa levantar e mostrar sua barriga. Torci os lábios, desviando meus olhos. – Eu tive que inventar algo... A Alice... Ela... Ela sabe que você e eu não estamos juntos.

- O que? – Me aproximei da cama, sentando-me ao lado dela. – Como ela sabe disso?

- Ela disse que já te viu com Jacob, nós duas estávamos discutindo, eu estava tentando convencê-la que você era meu namorado sim, mas ai Emm apareceu e eu tive que inventar uma desculpa.

- Droga. – Suspirei. – Me desculpa por ter te chamado de louca.

- Sem problemas. – Ela resmungou – Eu sou louca mesmo.

Beijei sua testa e me levantei.

- Vou conversar com Alice, já volto.

Sai do quarto e fui para o de Alice. Ponderei na porta... Eu não sabia como minha irmã se reagiria com aquela situação.

- Alice? – Bati na porta, chamando-a.

- Entre.

Abri a porta e a vi sentada na cama, com aquele pequeno biquinho nos lábios.

- Podemos conversar? – Fechei a porta e fui me sentar ao seu lado na cama.

- Edward, você não tem que me dar satisfações. – Ela suspirou – Só fiquei chateada por não confiar em mim, e também por estar “usando” Bella.

- Me desculpe, eu sempre tive medo da reação das pessoas em relação a isso. – Dei de ombros, dando um meio sorriso, mas ela bufou – E eu não estou usando Bella. Ela é minha amiga, está apenas me ajudando.

- Ela não merece isso Edward.

- É só até o final do mês. Depois tudo vai voltar ao normal. Voltamos para Forks, com papai, Emm e mamãe achando que eu realmente tenho uma namorada.

- E depois? – Alice, irritante como sempre, contra-atacou. – Não pensa em contar ao papai? Edward somos sua família! E se eles um dia te vêem com aquele homem? Vai ser uma decepção tão grande...

- Porra Alice. – Me levantei, abrindo os braços – Não importa, eu contando ou eles vendo... Todos vão ficar decepcionados por eu ser o “frutinha” da família. – Usei a frase de Emmett. Fechei os olhos, esfregando meu rosto nervoso. – Só peço que você não fale nada a ninguém. Deixe-me viver minha vida em paz.

- Se é isso o que você quer! – Ela se irritou, jogando uma almofada em mim – Seu idiota! Sai do meu quarto.

- Allie...

- Saia! – Cruzou os braços bufando. – Você podia ter confiado em mim! Sou sua irmã, jamais te descriminaria...

- Irmãzinha...

- Nem adianta! Sai daqui, to nervosa.

- Ok.

Sai de seu quarto e fechei a porta. No corredor, trombei com Bella, que era arrastada por minha mãe. Olhei para minha amiga, que estava me implorando ajuda com os olhos.

- Mãe? Para onde está carregando Bella?

- Vamos tirar fotos da barriga dela. – Esme sorriu, fazendo Bells gemer – Sabe, igual aquele álbum que eu tenho de vocês e das crianças. Seu pai e eu tirávamos uma por semana...

- Mãe, preciso conversar com Bella.

- Vocês não podem ter essa conversa depois?!

- Não. – Peguei a outra mão de Bella e a puxei para perto de meu peito. – Depois vocês tiram fotos.

- Ah... Tudo bem. – Dona Esme saiu resmungando, chutando o vento.

Bella e eu fomos para o quarto e nos sentamos na cama.

- Falou com Alice?

- Sim. – Suspirei, bagunçando meus cabelos – Ela está chateada, diz que eu não devia te usar dessa maneira e que eu devia ter confiado nela.

- Se ela contar aos outros todos os meus planos vão pra... – Bella me olhou rapidamente e corrigiu – Nosso plano vai para merda.

- Ela disse que não vai falar, Alice tem palavra.

Me deitei na cama, olhando para o teto. Bella também se deitou, mas ficou apoiada no cotovelo, olhando-me.

- Edward?

- Hm?

- Posso te perguntar uma coisa? – Ela mordeu os lábios. Eu a conhecia muito bem para saber que não sossegaria até perguntar o que queria.

- Pode.

- Você se arrepende?

Pisquei algumas vezes, franzindo a testa... Tentando entender sua pergunta.

- Do que exatamente?

POV Bella

Da deliciosa foda que tivemos ontem à noite.

Ok, essa não era a melhor resposta.

- Do que... Bem... Do que rolou entre nós dois ontem.

- Ah... – Ele deu um sorriso amarelo e suas bochechas ficaram coradas. – Eu... Eu não sei. Não pode se arrepender de uma coisa que você fez “sem querer”. Nós dois estávamos bêbados. Se você ficou chateada pelo o que aconteceu, peço desculpas e... Pra dizer a verdade eu não me lembro de muita coisa.

Oh Deus! Como sou idiota! Obvio que não significou nada pra ele, mas eu não estava aqui para se passar por namorada dele e não arrancar uma lasquinha.

- Edward? – Voltei a chamá-lo.

- Sim?

- Sabe... – Me deitei, assim ele não veria a mentira estampada em meu rosto. – Sua mãe perguntou por que não nos beijamos. – Mordi meus lábios, pronta para encarnar a piriguete que existem em mim – Não acha que agora que... Bom, agora que temos certo grau de “intimidade” devíamos nos empenhar mais nisso? Afinal, um casal apaixonado é meloso, não é?

Fiquei inquieta, esperando a reação dele.

- Acho que não tem problema algum em nos beijarmos, não existe malicia não é? Somos Best Friends.

- Sim, sim! – Concordei, girando na cama e parando sobre ele – Sabe, temos que começar agora.

- Agora? – Rolou, saindo debaixo de mim, assustado. – Mas não tem ninguém nos vendo.

Ow homem difícil. Rolei de novo para cima dele.

- Por isso mesmo... – Mordi a ponta de seu nariz – Precisamos perder a vergonha, afinal, namorados não ficam rubros quando se pegam.

Suas bochechas coraram e eu senti meu centro pulsar relembrando-me da noite passada, quando ele me viu nua e também ruborizou.

- Bella... Eu... Eu...

- Shhh... – Rocei meus lábios nos dele. – Não é como se nunca tivéssemos feito isso.

- Mas e Jake...

Rolei os olhos.

- Edward, é por uma boa causa. Tire Jacob do seu foco. Lembre-se do porque que eu vim com você. Só estou tentando de ajudar. – Mordi os lábios sorrindo – Pense nisso como um “trabalho”, vamos fazer isso como bons profissionais, tipo... Atores e atrizes.

- Pensando por esse lado. – Edward franziu a testa e logo sorriu, abraçando-me pela cintura. – Ok você tem razão. Se vamos fazer isso, vamos fazer direito.

- E assim que se fala. – Sem querer friccionei meu corpo no Del, fazendo-o se arrepiar. Juro, foi sem querer.

- Hm. –Me empurrou – Podemos fazer isso sem estarmos um sobre o outro?

Torci os lábios, mas concordei.

Como minha falecida vovó dizia... Melhor um pássaro na mão de Edward, do que ele virando ela.

Ok, a velha não disse isso, mas vocês entenderam.

- Beleza. – Me sentei ao seu lado, colando minha boca em sua orelha.

- Bells...

- Hm?

- Não... Não era para ser... Beijos?

- Ah, sim. Verdade. – Ri, me escorregando meus lábios até os dele.

De inicio, ficamos em um selinho demorado, mas logo levei minha mão a sua nuca, acariciando aquele local e sentindo-o se arrepiar novamente.

Forcei minha língua contra sua boca. Edward abriu passagem, deixando nossas línguas se entrelaçarem. Ouvi a porta se abrindo, mas não dei muita bola. Afinal, não é todo dia que se beija Edward Cullen.

Escorreguei minha mão pelos braços largos dele, até alcançar seu tórax e infiltrar sua blusa, tocando sua barriga malhada.

- Lembro-me de quando fiquei grávida de Edward... – A voz de Esme fez com que Edward e eu nos afastássemos. Lancei um olhar tão fatal, que se olhar matasse minha querida não-sogra teria caído durinha ali – Meus hormônios ficavam maluquinhos. Comecei a andar só de vestido, sem calcinha, e seu pai de calça e sem cueca, vocês sabem, fica mais fácil para...

- Mãe! – Edward se levantou, arrumando os cabelos que eu tinha bagunçado. Seu rosto estava vermelho, assim como seus lábios.

- O que? Só estou querendo explicar que vai ser normal Bella ficar te agarrando agora que está grávida.

- Esme eu...

- Querida, não precisa se explicar. Só vim trazer essas toalhas para vocês. Sei como é...

- Mãe Bella não...

- Tchau, vou deixar vocês se divertir, Edward já está todo animadinho. – Olhei para Edward e desci meus olhos para o meio de suas pernas. O.M.G... Esme riu, mas quando ia sair do quarto parou e se virou – Eu ia dizer para se prevenirem, mas nem precisa mais, não é?

Ela saiu, deixando-nos em um clima constrangedor.

Voltei a encarar meu tigrão, que agora estava corado e com as mãos sobre sua ereção.

Ele ficou mesmo excitado. Ok, eu sou fodona!

- Eu... Eu vou no banheiro e já volto.

Assim que ele correu para o banheiro me joguei na cama rindo silenciosamente.

Agora sim eu tinha um motivo para lutar por Edward, afinal, se ele realmente fosse gay não teria tido uma ereção.

Sim. Decidi que vou fazer Edward virar homem, e então ele será todo meu...


6 comentários:

monique disse...

eeeeeeee \0/ ela postou !!
isso mesmo Bella faça Edward virar homem!!
amei o cap. ri com a Esme kkkk ela tem um bola de cristal?? kkkk

@Thataa_Cristina disse...

kkkkkkkkkk Bella do maaaaaaaal seduzindo o amigo dela Gaay kkkkkkkkk ameeeei
-Uiii Edward fikou excitado kkkkkkkk
Posta Maaais e logo

♥nanah♥ disse...

Amei ameeei ;
mto mais muto fooods esse cap;
esme sua empata.

Carla Colares =) disse...

Eu adorei o capitulo ... li ele no nyah ...
A Esme dando uma de adivinha kkkkkkkkkkkk
A Bella querendo que o Ed vire homem e tenho certeza que ela vai conseguir ...
To adorando a fic ...

moohcelestino disse...

eeita que agora essa também é uma fanfic, favorita da Monique
haha adorei queria sabe da onde saiu que a Bella esta gravida o familia doida essa do Ed.

Anônimo disse...

Isso aí Bella !
Vamos faze ro Ed virar homem

Postar um comentário