Bem vindos ao Fanfics da Cah. Sou Camila Cocenza, futura garota de programa! E não, não é o que estão pensando, apenas pretendo cursar Engenharia da Computação. Para mais informações: cahcocenza@hotmail.com

16/10/2011

Always - Capitulo 9.

N/A: Me desculpem pela demora... Nem preciso mais explicar não é? kkk Enem, vestibular(es), escola, curso... To sem tempo, mas vou tentar trazer até amanhã mais um capitulo de Always, beijooos :*

X

- Acabei de sair da escola. Qual o problema? Aconteceu alguma coisa?

- Pode vir aqui em casa?

- Sim princesa, estarei ai em alguns minutos.

- Por favor, preciso de você.

Capitulo 9

Isabella encostou a cabeça no ombro de Edward, enquanto ria. Edward continuava girando o palito de dente na ponta do nariz.

- Ok, eu sou o melhor do melhor do mundo em girar palitos no nariz.

- Pare Edward, tem várias pessoas olhando!

- Deixe elas olharem... – Resmungou, retirando o palito do nariz – Eu ainda sim serei o melhor do melhor do mundo em girar palitos no nariz.


Ela sorriu, beijando o pescoço dele. Edward não parava de falar “melhor do melhor do mundo”, desde que Bella havia relembrado a ele, de que quando eram crianças só falavam aquilo.

- Bobo.

- Posso te contar um segredo? – Ele indagou, enquanto ela sugava seu refrigerante pelo canudo. A morena assentiu. – Você é a melhor da melhor do mundo em meu deixar excitado.

Ela cuspiu o refrigerante, engasgando com o liquido. Edward riu, ajudando-a a se recuperar.

- Edward! – As bochechas de Isabella foram tingidas. O Cullen pegou um guardanapo e limpou o canto dos lábios dela.

- O que?

- Não diga essas coisas alto! – Sussurrou ela – E se alguém ouve?

- Bom, ai eles vão saber que você a melhor da melhor do mundo em meu deixar excitado.

Ela o socou rindo, mas logo suspirou quando seu celular vibrou sobre a mesa.

- Está na minha hora, preciso voltar para meu plantão. – Sorriu, piscando para ele – Foi bom tomar esse “café da noite” com você.

- Sempre que precisar me chama.

- Olha que chamo. – Inclinou-se roubando um beijo dele.

- Sinta-se a vontade. – Edward se levantou e ela também, ele a abraçou, sorrindo. – Vamos nos ver amanhã?

A morena torceu os lábios.

- Provavelmente não. Do jeito que estou trabalhando essa semana, amanhã não saiu da cama...

- Deixe-me fazer companhia para você?

Ela riu, negando com a cabeça enquanto roçava seu nariz no dele.

- Melhor não... Anthony e Jully estarão em casa.

- Ué... – Franziu a testa, confuso – Nos finais de semana eles não ficam com o pai?

Isabella rolou os olhos.

- Jacob... É Jacob. Nunca quis a atenção dos filhos Edward...

- Que pena. – O Cullen torceu os lábios – Queria ficar com você, mas que tal irmos almoçar domingo na casa dos meus pais com o pessoal todo?

- Ótima idéia, mas seria mais interessante se eles fossem almoçar lá em minha casa.

- Mas você acabou de dizer que...

- Eu sei o que eu disse. – Ela sorriu, enlaçando o pescoço dele – Só que vai rolar um almoço lá em casa, não sexo.

- Ahhh... – Edward fez bico – Poderia ser almoço, e depois que todos fossem embora e nos dois ficássemos sozinhos iríamos para seu quarto fazer a parte do sexo.

- Edward, as crianças.

- Ok, então vamos para o meu apartamento.

- Vou pensar no seu caso. – Se beijaram mais uma vez rindo na boca um do outro.

- Você é a melhor da melhor do mundo em beijar.

- Obvio, fui eu quem te ensinei...

- Nada disso, você também nunca havia beijado... Então, bem, aprendemos juntos.

- Mas fui eu quem pedi para você colocar a língua dentro da minha boca e mexer.

Isabella acabou falando alto demais, e Carlisle, que se aproximava dos dois, riu.

- Agora eu sei quem desvirtuou quem.

A morena corou envergonhada e escondeu o rosto no ombro de Edward.

- Sim pai, eu era um garoto puro e inocente, agora você sabe que ela me levou para o mau caminho...

- Francamente Edward. – Isabella o empurrou, enquanto resmungava. – Eu nunca pulei sua janela para tirar sua virgindade.

- Oh.

- Bells!

Os três riram.

- Eu não precisava ouvir isso crianças. – Carlisle passou a mão por meus cabelos.

- Pai, Bella está convidando você, à mamãe e os outros para almoçar na casa dela domingo, topa? – Mudou o assunto.

- Por mim tudo bem. – O loiro deu de ombros sorrindo. – Sua mãe vai adorar.

- Fechado então, agora preciso ir.

- Tudo bem.

Bella se despediu de Edward com um beijo rápido e saiu da cafeteria, deixando pai e filho lá.

- Filho, você é um molengão mesmo.

- Ahm?

Carlisle rolou os olhos rindo, enquanto via o filho com um sorrisão nos lábios.

-Esse seu sorriso de cara apaixonado... – O Cullen pai negou com a cabeça – Tente evitar que ela perceba isso, sabe como são as mulheres... Depois que descobrem que estamos loucos por elas fazem a gente de gato e sapato.

- Pai Bells não é assim.

- Bom, sua mãe também não era.

Os dois riram.

- Eu não me importo nem um pouco que ela me faça de gato e sapato, o que realmente quero é que nada nos separe.

***

No outro dia, Isabella parava o carro enfrente a escola de sua filha.

- Obrigada mãe, e desculpa, você mal chegou e eu pedi para a senhora me trazer.

- Sem problemas querida. – A morena sorriu, ajeitando os óculos escuros que ocultavam suas olheiras. – Tenha uma boa aula.

- Ta bom. – Suspirou a garota – Mãe, Katy terminou com Anthony.

- Por quê?

- Bom, pelo que conversamos... Ela não gostou nem um pouco da atitude dele com a senhora. – A morena suspirou. Sabia que Katy era uma boa garota só de olhar para ela. – Olha quem está vindo.

Jully soltou gritinhos, enquanto Edward se aproximava do carro de Bella.

Ela não conseguiu conter um sorriso e abriu a porta do carro, saindo. A morena mordeu os lábios, dando a volta no carro e se encostando à lataria. Jully também saiu do carro, ficando ao lado da mãe.

- Bom dia meninas. – Edward deu seu sorriso torto.

- Bom dia Edward. – Jully, atirada, o abraçou depositando um beijo em sua bochecha. – Bom, estou indo. Tchau mamãe, até o almoço.

- Tchau filha.

- Oi. – Ele voltou a cumprimentar Bella assim que a menina saiu. – Sentiu saudades?

Ela riu, enquanto Edward a abraçava pela cintura e beijava seu queixo.

- Oi. Sim, senti muitas saudades.

- Percebo mesmo... Disse que não nos viríamos hoje, mas tenho certeza que veio trazer sua filha à escola foi apenas um pretexto para ganhar umas bitocas.

- Edward, eu sempre a trouxe na escola. – Enlaçou o pescoço dele, rindo. – Metido.

- Posso te beijar? Sabe... Só nos veremos domingo.

- Pode.

Sem se importar com os adolescentes e outros professores que passavam pelo local beijaram-se... Lentamente, deixando suas línguas se entrelaçarem e brincarem uma com a outra. Isabella suspirou, fechando os olhos e emaranhando seus dedos nos cabelos dele.

Do outro lado da rua Jacob travava o maxilar, olhando a cena.

- Eu te disse, não disse? – Anthony grunhiu para o pai – Pai, você precisa fazer algo, mamãe está caindo na lábia desse professorzinho...

- Fique tranqüilo Anthony. – Jake sorriu – Não dou mais de uma semana para que eles estejam separados. – Voltou-se para o garoto, que também sorria – Preciso que continue ignorando sua mãe, você sabe... Ela fará tudo o que você quiser.

- Tudo bem. – O garoto suspirou – Não podemos ir mesmo para seu apartamento? Queria ficar um tempo com você... – Thony sorriu – Sabe, assistir jogo e...

- Não daria certo. Você precisa ficar na sua casa. Quanto menos os dois se encontrarem melhor será para nós dois.

- Certo.

[...]

Domingo amanheceu perfeito. Isabella acordou animada, arrumou seu quarto e rumou em direção ao quarto de Jully, mas ao chegar lá sorriu ao ver a menina acordada e o quarto já arrumado.

- Bom dia!

- Bom dia mãe. – A garota sorriu. – Posso saber o porquê dessa alegria toda?

A morena riu.

- Digamos que hoje teremos visitas hoje para o almoço.

- Visitas?!

- Sim, Edward e a família dele.

- Que legal mãe. – Jully sorriu, mas logo torceu os lábios – Thony já sabe?

Isabella negou com a cabeça, enquanto suspirava.

- Vou falar com ele agora.

- Boa sorte.

- Obrigada querida.

As duas riram. Bella saiu do quarto de sua filha e caminhou para o quarto de Anthony. Ela sabia que, sem duvida alguma, iria discutir com ele.

- Thony? – Bateu na porta, mas o menino não respondeu. Ela abriu a porta e resmungou ao ver o quarto todo bagunçado.

Por que ele não podia ser como a irmã?!

A morena se aproximou da cama, sentando-se na ponta dela e acariciando os cabelos do filho. O garoto estava acordado, mas preferiu fingir que ainda continuava dormindo. Ele não gostava de estar brigado com a mãe, e sentia muita falta de sua companhia... Dos seus beijos, dos seus xingos, dos seus abraços, sermões...

Anthony abriu os olhos devagar e sua mãe sorriu inclinando-se para beijar sua testa.

- Hora de acordar. – Os dedos dela continuavam a se mover nas madeixas dele.

- Bom dia... – Tentou se fazer de mau humorado e virou o rosto. As palavras do pai dele estavam ecoando em sua cabeça. – Obrigado por me acordar. Quer mais alguma coisa?

Preciso que continue ignorando sua mãe, você sabe... Ela fará tudo o que você quiser.

- Eu... Eu queria te pedir uma coisa.

Ele franziu a testa.

- O que?

- Bom, eu convidei algumas pessoas para almoçarem hoje aqui em casa... Por favor, seja educado.

- E porque eu não seria?

- Porque, bem, é Edward e a família dele.

***

- To até vendo... – Emmett sorriu no banco ao lado de Edward. – Bellinha pedindo sua mão para papai e mamãe.

- Emm. – Edward riu, socando-o – Eu sou o homem da relação.

- Vai pedir ela em casamento?

- Ainda é muito cedo. – Deu de ombros, enquanto olhava pelo retrovisor e via o carro de Jasper os seguindo – Bella está em separação e o filho dela me odeia.

- Manda ele estudar fora do pais.

- Ótima idéia.

- Edward! – Rosalie solou os olhos no banco de trás – Eu nunca aceitaria que um homem que nem é pai da minha filha a mandasse para longe de mim, como mãe, acredito que Bella também não.

- Droga... – Edward fingiu estar chateado, mas logo depois riu. – Chegamos...

Emmett abaixou o vidro e sorriu torto ao ver a casa de Bella.

Do lado de dentro, Isabella desligava o telefone, enxugando as lágrimas que caiam por sua bochecha.

- Mãe? – Jully entrou na cozinha, olhando para sua mãe – Porque está chorando?

- Foi só a cebola... – Mentiu.

- Ah. – A garota sorriu – Só vim avisar que três carros acabaram de parar enfrente de casa.

Bella sorriu, afastando as lembras da conversa que acabara de ter no telefone. A morena passou o braço sobre o ombro da filha e a puxou para a sala, onde Anthony estava esparramado no sofá, com o semblante fechado.

A campainha tocou e a morena se apressou em atender a porta.

Assim que ela abriu, encontrou Edward sorrindo torto e em seus braços a pequena Bia também sorria.

- Oi tia Bella.

- Oi lindinha.

- Bells.

- Edward.

Ela deu espaço para que Edward entrasse e recebeu todos com um abraço.

- Casa maneira Bellinha.

- Obrigada Emm. – Bells riu. – Essa é minha menina, Jully.

- Oi. – A garota morena sorriu, cumprimentando eles.

- E aquele é Anthony. – A morena apontou para o garoto que acenou do sofá.

Edward observava todos, sorrindo ao ver que eles conversavam animadamente e que estavam se sentindo bem à vontade. Ok, talvez nem “todos” estavam animados. Estava na cara de Anthony que ele estava ali mais por obrigação do que por livre e espontânea vontade.

A pequena Bia saiu do colo de sua mãe e se sentou ao lado de Anthony, olhando admirada para ele.

- Oi.

- Oi. – Anthony deu um meio sorriso para ela. – Como se chama menininha linda?

- Bia. – Ela balançou o corpo de um lado para o outro, olhando em direção a tia Alice, sem coragem de encarar o garoto – Você é bonito.

- Ah! – Anthony foi pego de surpresa e acabou corando – Você também.

A garota sorriu e correu em direção ao colo do pai.

- O que estava aprontado hein?

- Nada papai.

As mulheres foram para a cozinha, por a mesa, e os homens continuaram na sala, conversando.

- Anthony, certo? – Carlisle começou a puxar assunto com o menino.

- Sim senhor.

- Oh, não, senhor não. Me chame de Carlisle.

- Ok.

- Sua mãe e eu trabalhamos juntos, ela me contou que você já está se formando. Já tem em mente o que pretende fazer?

- Gosto muito de direito. – O menino sorriu, pela primeira vez naquele dia.

- Sabia que Edward também se formou em direito? – Comentou o loiro, o menino fechou o rosto e negou – Ele pode te ajudar e...

- Não, obrigada. Sabe... Me desculpe dizer, mas não gosto do seu filho.

- Hm, também sei disso. – Carlisle deu de ombros. – Edward é um cara legal, e gosta muito de sua mãe. Entendo que, como qualquer filho, você queira seus pais juntos, mas já pensou que isso não pode ser o melhor para ela? Que ela não será feliz ao lado de Jacob? Sabe... Nem sempre as coisas são como queremos, tente pensar na felicidade dela.

Antes que Anthony respondesse Esme apareceu na sala, chamando-os para ir à sala de estar.

- E não é que ela cozinha mesmo... – Emmett provocou Bella, desde pequeno foi assim e isso não mudara.

- Você precisa experimentar essa macarronada, é a especialidade da mamãe. – Jully piscou, sentando-se a mesa.

Todos comeram, conversaram e riram, exceto, claro, Anthony. Ele até que gostou dos Cullen, mas saber que um deles estava dividindo a cama com sua mãe... O fazia odiar todos. Se não fosse por isso, bem, ele gostaria de incluí-los em seu grupo de amigos. Uma coisa que ele não podia negar é que tanto Edward quanto a família dele eram boas pessoas, mas aquilo não mudava nada.

Thony suspirou ao ver Edward sorrir torto para Isabella e limpar o canto da boca dela, que estava suja de molho.

O menino se levantou, soltando os talheres no prato e chamando a atenção de todos para ele.

- Com licença, já terminei.

- Você mal tocou na sua comigo querido. – Sua mãe falou.

- Perdi a fome, vou subir. Bom almoço para vocês.

A morena suspirou, levantando-se.

- Me desculpem. – Murmurou envergonhada – Eu já volto.

Isabella subiu para o andar de cima e foi para o quarto do filho, encontrando-o deitado na cama.

- Anthony, o que houve?

- Nada... – Deu de ombros – Só não sou obrigado ficar três horas no mesmo cômodo que aquele cara. Já fiz o que você pediu, não fiz? Fui educado, mas agora quero ficar aqui.

Ela caminhou até a cama, sentando-se.

- Você nunca irá aceitar minha relação com Edward, não é?

O menino não respondeu, apenas olhou para o teto.

- A senhora gosta dele?

- Muito.

- Mais do que de mim?

A morena riu, rolando os olhos.

- Jamais.

Anthony se sentou, fitando a cama.

- E se estivesse que escolher entre eu e ele? Quem você preferiria?

Ela não precisava responder, e ele não precisava ouvir a resposta para saber que entre os dois, ele sairia vencedor.

No andar debaixo, Edward olhava apreensivo para a porta, aguardando Bella.

- Será que eles estão discutindo? – Foi à irmã dele quem indagou.

- Provavelmente. – Foi Jully quem respondeu, suspirando – É o que os dois mais faz nessas ultimas semanas.

Edward suspirou ao ver Isabella voltando, mas percebeu a tristeza nos olhos dela. Esperou que ela se sentasse ao seu lado para inclinar-se e sussurrar em seu ouvido.

- Algum problema?

- Nenhum. – Ela deu um meio sorriso e o beijou.

Voltaram a comer e a conversar. Jully observava a mãe, ela a conhecia muito bem e sabia que alguma coisa estava errado.

Depois do almoço, comeram o muse de chocolate que Esme trouxe, assim que terminaram voltaram para a sala onde conversaram mais um pouco, até que Carlisle decidiu ir embora, já que faria plantão e precisava descansar. Emmett e Rosalie resolveram pegar carona com Alice e Jasper.

- Hm, vou subir e fazer minha lição – Jully piscou. – To sobrando aqui.

- Tchau Jully.

- Tchau mãe, Tchau Edward.

- Que tal sairmos hoje? – Bella indagou, assim que a garota sumiu no topo da escada.

- Diga para onde quer ir e eu te levarei.

- Não sei, só quero ficar mais um pouco com você.

- Que tal... Uma balada? – Ele moveu as sobrancelhas.

- Balada? Edward, não tenho mais idade para isso...

- Deixa disso Bells, vamos, vai ser legal.

- Certo... – Espremeu seus lábios contra os dele novamente, enrolando os dedos nos cabelos lisos e curtos que ela tanto gostava.

- Te pego as 21h00min.

- Estarei pronta.

Eles se beijaram mais uma vez, se despedindo. Edward se foi, e Bella subiu para seu quarto, retirando sua roupa e entrando no Box.

A água quente corria por seu corpo, enquanto as lágrimas escorriam pelo seu rosto. O peito dela doía, só de pensar que aquele seria seu ultimo encontro com Edward.

X

N/A: Meninas se estiverem com problema para ler ou para entender o que estou escrevendo avisem, mudo o template do blog, mudo o estilo da fic para POV'S e tals... Quero que realmente sintam prazer em ler. Beijooos :* A opinião de vocês sempre vai prevalecer o/

14 comentários:

Anônimo disse...

nossa fazia uma decada que nao lia a fic(acho que uns 2 ou 3 cap.), tbm estudar pra vestibular toma muitoooo tempo, entao o eu tempo pra ler fic é pequeno demais.
mas falando do capítulo...ai meu deuss aposto que é aquele desgraçado do jacob que vai fazer ela terminar com edward!!!
ahhh eu fico imaginando mil e uma maneiras do edward e o anthony ficarem sabendo da verdade.
eu preciso de mais post e de um jacob morto! cah tem mais ou menos quantos capítulos ate o fim da fic??
amando ela!!
jaq

CaahCocenza disse...

Não são muitos não amor, talvez uns 4 ou 5 só (: bjs obrigada por comentar!

Daiane Farias disse...

OMG, COMO EU TO COM RAIVA DO ANTONY! QUE VIADO!! AUAHSUAHUSH
Eu só tenho uma coisa para reclamar, o tamanho da letra ta muito pequena, eu sou praticamente cega, é uma dificuldade pra ler. Primeiro copio e colo no world e depois aumento a letra pra poder ler! Da pra aumentar um pouco a letra?
Tadinha da Bella, por ter um filho tão tosco como o Antony, e cabeça fraca, por se deixar ser influenciado pelo idiota do pai! RAIVA DOS DOIS!
Quero mais
Estava morrendo de saudades dessa historia!
E como vai ser o cronograma dessa fic, por causa da enquete?
Posta quando?
Beijos

Anônimo disse...

Amei! Tá tudo perfeito! Odeio o Anthony oficialmente!!!!

evelyn caroline disse...

Ah não!!!! Último encontro deles? Poxa, isso me parte o coração :( espero que não dure muito e eles possam ser felizes... E claro, alguém descubra de modo tenso que o Anthony é filho do Edward. Mas enfim: adorei o capítulo e a fic tá cada vez mais perfeita

Carla Colares =) disse...

Por incrivel que pareça eu não odeio o Antony ... Ele ta sendo manipulado pelo Jacob por isso que ele ta fazendo tanta merda ...
Adorei o capitulo ... No aguarde do proximo

Renata disse...

eu não acredito que antony vai fazer isso com a
bella ahhh
eu ralmente amo esse fics
ate breve

Julia disse...

Na boa. A Bella é uma trouxa! Minha mãe SEMPRE me ensinou a não colocar NINGUÉM na frente do que queremos. Mesmo que fossem filhos, marido-no caso dela o ex-,pais, amigos e sejam quem fossem.
Te garanto uma coisa. Da forma como fui criada, eu mandaria um filho desses pra PQP! Se ele quer me ver infeliz então, ele que tome um rumo na vida.
Qual foi? Ela não é nenhuma criança pra se deixar manipular assim. Porra! Conta logo pro Edward. Acho até que ela deveria ter contado assim que eles voltaram a se relacionar.
Deus do céu! Ela é uma babaca! Na boa, essa Bella me tira do sério! Se deixar manipular por um ex filho da puta e por um filho mimado.
Bom, mesmo assim estou amando a fic porque pelo visto a Cah guarda um final muito do PERFEITO pro Jacob. E eu sinceramente queria que o Antony tivesse um fim parecido por NUNCA presar a felicidade da mãe!
Aguardando os próximos. bjbj

dhêê disse...

cachorro ele fez a mãe dele terminar com o Edward.
tadinho deles que vão sofrer tanto quando estiverem separados. =(

moohcelestino disse...

adorei o capítulo, mais to triste porque a Bella vai fazer o que o filho quer. Vai viver triste pra ver a felicidade dele pegando raiva do thony.

Anônimo disse...

AI MEU DEUS...Bella se mata... vai esta num jogo de manipulações aqui... Tipo o Jacob manipula o Anthony, que manipula a Bella sendo que o Jacon faz chantagem a Bella... Ai Bella mulher reage ai vai... Tipo porque se el contar a verdade ao Edward acho que tuido seria resolvido... E o Anthony tbm é muito mimado e manipulavel, o menino naum tem sua propria opinião ¬¬ ... Eu naum tenho raiva do Anthony em si, mais tenho raiva da mente fraca dele...


Ahhhh agora eu ja quero o proximo *------*

мααнн αηgєℓ disse...

AI MEU DEUS...Bella se mata... vai esta num jogo de manipulações aqui... Tipo o Jacob manipula o Anthony, que manipula a Bella sendo que o Jacon faz chantagem a Bella... Ai Bella mulher reage ai vai... Tipo porque se el contar a verdade ao Edward acho que tuido seria resolvido... E o Anthony tbm é muito mimado e manipulavel, o menino naum tem sua propria opinião ¬¬ ... Eu naum tenho raiva do Anthony em si, mais tenho raiva da mente fraca dele...


Ahhhh agora eu ja quero o proximo *------*


esqueci de acessar minha conta

Izah disse...

QUEM QUER MATAR O JACOB E DAR UMA SURRA NO THONNY ??? VAMBORA JUNTAR UMA TUURMA KKKK BRINK1S
FALANDO SÉRIO O THONNY É UM MEGA BABACA HUNF
ADOREI O ALMOÇO EM "FAMILIA"

Cris Souza disse...

Argh.... Anthony é um babaca, egoísta manipulado pelo imbecil e nojento do Jacó.
Aff... isso me estressa.
E Isabella é outra tonta por permitir que a separem de Edward DE NOVO. Aff...que raiva.
Adorei o almoço em família, mesmo com o mala do Anthony estragando o clima bom.
E sou xonada na Bia.
Ai, sei que o outro vai ser tenso.
Beijão
*-*

Postar um comentário