Bem vindos ao Fanfics da Cah. Sou Camila Cocenza, futura garota de programa! E não, não é o que estão pensando, apenas pretendo cursar Engenharia da Computação. Para mais informações: cahcocenza@hotmail.com

13/08/2011

Capitulo 2.

N/A: Aiim que bom que vocês gostaram da fic! *-* Fiquei tão feliz com os comentários.
Bom, só pra avisar talvez hoje tenha capitulo de DESCULPA SE EU TE AMO, com direito a promiscuidade de Ed e Bells, e paranoia da dona Esme.

Bom ,ai embaixo está mais um capitulo de ALWAYS.



Oh Deus, ela conhecia aquele sorriso, ela conhecia aqueles cabelos... Ela o conhecia, sim, tinha certeza, mas sua memória não a ajudava muito.

- Bella? – O professor de matemática a olhou de cima a baixo – Isabella Swan?

Sabia que o conhecia, mas quem era ele?

Capitulo 2

Isabella mal podia acreditar no que seus olhos lhe mostravam. Já July franziu a testa confusa “De onde eles se conheciam?”, a pergunta silenciosa repetia-se como um eco em sua cabeça.

- Me desculpa... – A morena balançou a cabeça – Eu te conheço?

O professor foi pego de surpresa. Uau. Sempre pensou em como seria se reencontrar com ela, mas nunca imaginou que ela soltaria um “Eu te conheço?”


- Nossa, assim me deixa super magoado Bella. – Ele cruzou os braços fingindo-se “super magoado”. – Não acredito que se esqueceu de mim assim. – O professor colocou a mão no bolso e como a morena ainda não havia se lembrado quem era ele, resolveu dar uma ajudinha – Mim Tarzan, você Jane.

- Oh.Meu.Deus!

Isabella deu um passo para trás enquanto a lembrança vinha em sua cabeça.

Flash Back ON

O garoto riu enquanto esticava a mão para a garota subir na arvore.

- Estamos parecendo dois macaquinhos. – Isabella riu enquanto se sentava no ganho. – Edward, se eu cair daqui sabe que vou me machucar, mas depois irei te dar uma surra!

O menino gargalhou sentando-se ao lado dela e passando seus braços ao redor do ombro

-Tapa de amor não dói Bells. – Ele encostou os lábios na bochecha dela, fazendo-a ficar rubra – Mim Tarzan, você Jane, uga, uga.

Ela riu.

- “Uga, uga” era usado pelos homens da caverna.

O garoto torceu os lábios.

- Sou péssimo em historia. – Deu de ombros e voltou a olhar para a linda garota ao seu lado – Mas você sabe que o Tarzan e a Jane ficam juntos, certo? Eles até tem um filho. – Os dedos do menino deslizaram pelo braço de Isabella – Um dia a gente vai se casar Bells e vamos ter montões de filhos.

- Meu pai nunca deixaria. – A garota deu um pequeno sorriso tristonho.

Ele sabia daquilo. Ela sabia daquilo. Mas isso era apenas um detalhe que os dois ainda não se importavam muito.

A menina fechou os olhos e encostou seus lábios nos dele.

Foi um simples selinhos. O primeiro selinho de ambos. Uma das primeiras coisas que fizeram juntos e aprenderam juntos.

Flash Back OFF

- Se lembrou agora? – Edward mexeu as sobrancelhas.

A morena abraçou o professor sem se importar muito com os alunos que ainda olhavam, inclusive seu filho era um desses expectadores e pela cara do garoto... Ele não estava nada feliz em ver a mãe abraçada com outro homem que não fosse seu pai.

- Edward! – Isabella sussurrou afastando-se. Era impossível não notar o brilho nos olhos de ambos. – Deus, quanto tempo!

- Sim, muito tempo.

Os dois continuaram a se olhar por longos segundos até que o sinal bateu, avisando que as aulas começariam em poucos minutos.

Isabella deu dois passos para trás e olhou para a filha que ainda estava confusa.

- Acho que está na hora de você entrar querida.

- Tudo bem mãe. – A menina lançou aquele olhar “Depois você terá que me contar tudo!” e se afastou.

Edward olhou para a mão esquerda de Isabella, mas não encontrou nenhuma aliança ali.

- Sua... filha? – Indagou ele, passando a mão pelos cabelos.

A morena mordeu os lábios assentindo.

- Sim.

Os olhos do rapaz caíram para o chão.

- Então seu pai realmente conseguiu...

- Pois é. – Isabella deu um sorriso amarelo.

- Onde está sua aliança? – O professor segurou a mão dela.

- Nesse momento deve estar caindo no mar, junto com a água da minha privada.

Aquilo o fez rir. Edward ergueu a cabeça, olhou para a escola depois voltou a olhar para Isabella.

- Eu realmente estou muito feliz em te ver de novo. – Ele sorriu para Bella e depois fez uma careta – Mas tenho que entrar agora.

- Tudo bem.

Eles aproximaram-se, desajeitados, um do outro, Isabella ia dar um beijo na bochecha esquerda de Edward, mas ele foi para o mesmo lado, acabou que os dois bateram a testa.

- Ai. – Resmungaram juntos, depois riram.

- Espere. – Ele segurou o rosto dela, assim não se atrapalhariam novamente. Seus lábios pousaram na bochecha de Isabella e no mesmo momento ela sentiu todo seu corpo estremecer. O professor se afastou com o coração ainda disparado, há tempos não se sentia assim. – Tchau Bells.

- Tchau Edward.

Com uma ultimo olhar eles se despediram. Edward virou-se em direção a escadaria da escola, já Isabella apressou-se em entrar em seu carro.

O que havia sido aquilo? Há meses ela não sentia aquele calor se espalhar por seu corpo e seu ventre se contrair de desejo. E aquele cheiro? Ela fechou os olhos apreciando o perfume delicioso que ainda estava em seu nariz.

Isabella fechou a porta do carro e passou para o banco do motorista prendendo o cinto ao redor do corpo e dando partida no carro.

Já o professor ainda estava no ultimo degrau da escada, olhando para o carro que se afastava. Com um sorriso entrou na escola e se apressou em ir bater seu ponto, depois pegou seu material em seu armário e seguiu para a sala onde daria sua aula. Assim que entrou as conversas cessaram. Ele colocou suas coisas sobre a mesa e caminhou parando enfrente a sua mesa.

- Bom, gostaria de pedir desculpas pelo meu atraso. – Edward sorriu ainda abobalhado – É que eu...

Antes que ele terminasse de completar sua frase um aluno do fundo o interrompeu.

- Nós vimos o senhor tirando uma casquinha da mãe gostosa de Anthony.

O filho de Isabella que estava sentado na carteira conversando com um amigo virou-se para o garoto que havia dito aquilo, dando-lhe um tapa na nuca.

Edward observou o garoto. Ele realmente era filho de Isabella. A cor dos cabelos, o nariz, as orelhas... Era Bella sem tirar nem por.

- Olha como fala da minha mãe! – Grunhiu Anthony para o garoto ao seu lado, que se encolheu todo.

- Anthony. – Edward suspirou – Poderia se sentar na cadeira?

O menino o olhou de cima a baixo, não havia ido com sua cara desde o momento que seus olhos grudaram em sua mãe.

- Você não é meu amigo. – O garoto desceu da carteira – Para você é apenas meu sobrenome.

Edward travou o maxilar.

- Tudo bem. – Respirou fundo, tentando manter a calma – Pode se sentar Sr.Black.

Antes que Anthony o questionasse sobre como ele sabia seu sobrenome, Edward se apresentou e deu continuidade a sua aula.

Em alguns momentos os dois se olhavam e se pudesse sair faísca a sala já estaria em chamas.

- A fila da sua mãe já está aceitando canditados para ser seu pai Thony? – Um dos amigos , Joey, o provocou rindo – Que belo amigo você é, nem me avisou.

- Cale a boca idiota! – Anthony sibilou – Minha mãe não está aceitando merda alguma, ela e meu pai ainda são casados e tenho certeza que logo os dois irão se reconciliar.

Joey deu de ombros, não gostaria de discutir com seu amigo.

A aula se passou rápido e Edward deu graças a Deus por não ter mais que ficar evitando olhar para o fundo para não encontrar o olhar duro do filho de Isabella.

Logo entrou a outra classe que ele daria aula, e nela estava July, ao contrario do irmão a menina era encantadora, educada e muito inteligente.

Sem duvida ela não puxou aquilo do pai.

***

Isabella sorriu para o loiro a sua frente.

- Eu ainda não consigo acreditar! – Vibrou ela.

- Nem eu querida. Bella como você cresceu. – O homem a olhou de cima abaixo se recordando de como ela era pequena e magrela.

Isabella havia se encontrado com Carlisle depois de seu surpreendente encontro com Edward. Eles haviam trocado poucas palavras, mas foi o suficiente para a morena se recordar como era bom fugir de sua casa e ir para o pequeno chalé onde o casal de empregados do seu pai morava, Esme sempre fazia bolo de chocolate.

Bella levou o copo de café aos lábios enquanto Carlisle contava como sua havia mudado depois que Charlie os expulsou da fazenda.

- Eu ainda me sinto tão culpada pelo o que aconteceu. – A morena fechou os olhos.

- Você não tem culpa alguma querida. – Carlisle sorriu – Foi até melhor para nós, eu consegui um bom emprego, Esme também, depois comecei a fazer cursos e quando tive a oportunidade entrei na faculdade. – Ele riu – Imagine um velho de 35 anos no meio de jovens?

Bella riu. Sabia que Esme havia engravidado quando era muito jovem, ela tinha apenas 15 anos e Carlisle também, isso fez com que os dois parassem de estudar.

- Carlisle, não me venha com piadas! – Isabella rolou os olhos – Se você não fosse casado eu garanto que te pegava!

- Oh querida, sinto-me lisonjeado agora. Mas me conte... como anda sua vida?

Ela mordeu os lábios antes de começar.

- Bom, logo depois que vocês foram embora da fazendo meu pai me obrigou a casar com o filho do Billy Black, Jacob. – A moça deu de ombros – Tenho dois filhos lindo e trabalho doze horas por dia, basicamente essa é minha vida.

- Está casada?

- Por enquanto. – Isabella mostrou a mão sem a aliança – Mas entrei com o pedido de divorcio. – Suspirou aliviada por não sentir mais aquele peso ali – Agora me conte sobre vocês. Como está Alice? Emmett? Esme?

- Ótimos! – O loiro sorriu orgulhoso. – Alice está noiva, Emmett está casado e Esme também. – Ele piscou para ela.

Isabella sorriu contente, ela realmente adorava a família Cullen.

- Hoje eu vi Edward. – Passou a mão pelos cabelos, um tanto nervosa.

- Viu? – Carlisle arqueou as sobrancelhas, a morena assentiu.

- Sim, fui deixar minha July no colégio e acabei encontrando-o por lá.

- Ele deve ter ficado feliz em te ver.

- Posso dizer o mesmo. – O sorriso que estava em seus lábios automaticamente cresceu, mas ela logo tratou de escondê-lo, o que fez Carlisle rir. – Bom Carlisle, preciso ir, não gosto de ver minhas crias crescendo a base de pizza e coca-cola. Nos vemos amanhã parceiro.

Eles se abraçaram e Isabella deixou a cafeteria do hospital.

<<< Capitulo 1                                                Capitulo 3 >>>

N/A: Meninas, quero saber se estão entendendo a fic em 3º pessoa? Ou está muito confusa?

Beijoos. Comentem!

15 comentários:

evelyn caroline disse...

O capítulo tá perfeito, e tô conseguindo entender tudo numa boa :]posta mais!

Anônimo disse...

Eu ameeei..
tá tudoo muuuuuito bom!
Eu também consigo entender tudo numa boaa!

Joana Seguro disse...

Nossa muito bom! Gosto de como escreve ;)

Quando sai o próximo? Estou sedenta por mais!!!!!

Gabrielly disse...

cap otiiimo!!
essa fic promete...
rsr
bjs!
Gabi

Anônimo disse...

Adorei o capitulo ...
E o fato de ser em terceira pessoa não dificulta nada o entendimento ...

Carla Colares =)

Vanessa Ruguê disse...

ta de boa flor, continua postando, em breve
beijos

♥nanah♥ disse...

Poosta mais cah.
amei amei amei.
em teerceira pessoa esta otimo.

Anônimo disse...

excelente ,tá muito boa ,continua assim ....
sem mais palavras!
posta mais uns cap. desta maravilha ,please!
bjs da Helena

LiihBomfim disse...

Aiin q tudo, esta incriivel essa fic...

Clessy Magalhães disse...

Fic perfeita!!! tô amando...
Não deixa de postar por favor!
Ai que máximo!

dhêê disse...

comecei a ler agora
estou adorando :)

Julia disse...

Eu estou AMANDO a fic. Não que eu ñ goste de sua escrita mas pra mim está senho a sua melhor fic. bjbj

Zenilda disse...

Oi Caah eu estou entendendo tudo e estou amando tudo tbm...
uma das mais intrigantes historias que já li das que voce escreveu... e olha que li tudo o que voce escreveu tanto aqui no seu blog quanto as fics que voce postou no blog da Sandry, foi lá que conheci voce...
parabens querida esta tudo lindo e perfeito
beijusss

kah disse...

Estou adorando a fic, sério mesmo eu NUNCA leio fics em 3º pq me confundo mto e acho impessoal mas essa o enredo e a sinópse me encantaram!!!
Vou falar a verdade, preferiria que fosse em 1º pessoa, mas se não for não vou deixar de ler =D

Parabéns peça ótima fic, vc escreve divinamente bem!!!

Beijão
kah=D

Cris Souza disse...

Ain...adoraaaaaando!
Tenho que dizer estou empolgadissima.
E eles bobos com o reeencontro. Adorei.
E já vi que Anthony Black (argh...) vai dar trabalho, né?
Ui...argh...não gosto do Black. Fato!
Já adorei a July.
E Carlisle é o parceiro dela. Que bacana.
A família Cullen chegando, chegando.
Correndo para o próximo. Bjoooo

Postar um comentário