Bem vindos ao Fanfics da Cah. Sou Camila Cocenza, futura garota de programa! E não, não é o que estão pensando, apenas pretendo cursar Engenharia da Computação. Para mais informações: cahcocenza@hotmail.com

03/06/2011

Desculpa se eu te amo - Capitulo 2

N/A: Oh meu Deus, vocês não imaginam a saudade que estou de vocês.

Sei que metade de vcs querem me matar, mas por favor, compreendam. To sem net, to doente e sem muito tempo. O Reumatismo esta me arrebentando. Doi muiiitoo mesmo.

Bom, não tenho muito tempo pq preciso ir pra escola, mas vim deixar um capitulo de DSETA. Me perdoem, aiinda essa semana volto com 3 capitulos de DTA. > Capitulo 6 part 2, EPILOGO, EPILOGO ALTERNATIVO.

Amo vocês Girls.



Capitulo 2

POV Bella

Virei às costas para não presenciar a troca de afeto entre Edward e Jacob.

- É só um mês Jake, passa rápido.

- Tudo bem. Vou sentir saudades.

- Eu também.

Rolei os olhos e coloquei o dedo na goela. Aquilo me dava ânsia.

- Acho melhor irmos Edward. – Interrompi os dois, fazendo Jacob me olhar furioso, eu o ignorei.

- Bella tem razão. – Meu amado sorriu para mim e voltou a olhar para Jacó – Eu te ligo assim que chegar lá.

Se eu não quebrasse o celular dele antes...

- Vou sentir saudades.

- Eu vou sentir mais.


- Não, eu vou sentir muito, muito mais.

Agarrei Edward pela camisa e sai arrastando-o.

- Vamos perder nosso vôo. – Bufei.

Olhei para trás e vi Jacob acenando. Idiota! O que ele tinha que eu não tinha? Um pinto? Músculos? Testosterona? Eu tinha um útero e dois ovários, ele não!

- Bella relaxa.  – Edward tocou meu ombro – Eu sei que você está nervosa com esse teatro que vamos ter que fazer, mas tenta aproveitar, vamos estar na praia e você poderá encontrar alguém para se divertir lá. – Ele sorriu franzindo a testa – Seria um ótimo pretexto. Minha namorada me trai e depois que voltamos das férias eu assumo que sou gay, posso dizer que fiquei traumatizado e...

- Para! – Eu o interrompi – Ok, ai você se sai bem na história e eu fico conhecida como piriguete? Ficou louco?

Meu muso torceu os lábios.

- Você tem razão.

- Eu tenho.

Seguimos para o portão de embarque, fomos revistados e depois entregamos nossas passagens.

- Alice está louca para te ver. – Edward comentou enquanto sentava-se na poltrona.

- Faz muito tempo que não a vejo. – Sorri.

- Espera, tenho uma coisa para você... – Meu amado sorriu enfiando a mão no bolso do blazer e tirando de lá uma caixinha preta.

OMG.

OMG.

OMG!

Por quantos anos eu sonhei com aquele momento? E justo agora que estava acontecendo... era de mentirinha.

- Você não precisava... – Suspirei olhando para o par de alianças.

- Que tipo de namorado não da um anel para a namorada? – Ele rolou os olhos puxando minha mão direita e depositando a ali a aliança. – Ok, isso é muito estranho.

- Por quê?

- Eu colocando um anel no dedo em uma mulher que além de tudo é minha melhor amiga.

Uh, aquilo doeu.

- Pois é, também acho estranho.

Mentira, aquilo era meu sonho, mas ele não precisava saber. Edward sorriu entregando-me a outra aliança para que eu colocasse em seu dedo.

- Sério, isso é muito heterossexual.

E ele estava atrapalhando minha imaginação.

~ Imaginação fértil de Isabella Modo ON ~

- Bella, eu acabei de ter um colapso e percebi que é em você que essa aliança fica mais linda. – Edward segurou minha mão, beijando-a. – Não quero mais Jacob, quero você todinha pra mim, na minha cama, na minha sala, na minha cozinha...

- Oh Ed, eu sempre soube que você descobriria que eu sou a mulher perfeita para você! – Pulei para seu colo, distribuindo beijos por seu rosto. – Vamos para o banheiro do avião, quero te dar.

~ Imaginação fértil de Isabella Modo OFF ~

- Bells, você está fazendo aquilo de novo... – Abri os olhos quando Edward me cutucou, ele apontou para meu rosto com o indicador – Está sorrindo e balbuciando sozinha.

- OMG, o que eu disse?

- Não entendi. – Ele riu – Foram uns grunhidos incompreensíveis.

- Me desculpa. – Mordi os lábios, envergonhada.

- Nem fico mais tão assustado com isso.

- Edward eu não sou assustadora.

- Não sempre.

- Eu te odeio!

- Odeia nada. – Ele passou o braço ao redor do meu ombro, beijando minha bochecha – Você me ama.

É, ele tinha razão...

[...]

Assim que a aeromoça avisou que íamos pousar resolvi acordar Edward.

Cerrei os olhos enquanto me inclinava na direção dele. Olhei para a boca vermelha e tão tentadora... Bom, eu é quem estava saindo perdendo nessa viagem, depois que esse mês acabasse estaríamos de volta a Forks, Edward feliz com o filho da puta do Jacob e eu sofrendo, como sempre. Além disso, ele não ia morrer se eu tirasse uma casquinha...

Deixei a ponta da minha língua escorregar pelo queixo dele.

- Oh Jake...

Ok, aquilo foi totalmente... Porra! Não existia nem palavras para explicar.

Engoli o choro e o soquei.

- Acorda vagabundo, estamos chegando.

- Ai Bells – Edward abriu os olhos assustado, esfregando o braço que eu soquei – Você não pode ficar me batendo na frente da minha família, eles vão achar que eu sou um...

- Viado? – Bufei. – Tente se controlar, ou eles poderão saber disso por você mesmo.

- Como assim?

Cruzei os braços, nervosa.

- Você estava gemendo “Oh Jake”.

Meu amado torceu os lábios passando a mão pelos cabelos.

- Me desculpa.

- Ok, prenda o cinto, estamos chegando.

Não trocamos mais nenhuma palavra depois do que aconteceu. O avião pousou e nós dois desembarcamos.

- Meu irmão vai vir buscar nós dois. – Edward me abraçou pelo ombro enquanto empurrava o carrinho com nossas malas. – Lembra-se de Emmett?

- Impossível esquecer. – Suspirei parando de andar quando eu vi um cara enorme vindo em nossa direção.

Emmett havia crescido mais ainda. Lembro-me que ele era grande, mas não tão grande assim.

- Maninho... – Ele abriu os braços para Edward.

Arregalei os olhos. Edward retribuiu ao abraço, mas deu um beijinho de cada lado do rosto do irmão. Puxei meu namorado fake e dei um sorriso amarelo para o grandão.

- Que coisa de boiola. – Ele limpou o rosto.

- Emmett. – Abracei meu cunhado de mentirinha e dei dois beijinhos no rosto dele. – Coisa de boiola? Poxa isso é moda no Brasil!

Eu sabia que Emmett não tinha uma grande capacidade de raciocínio.

- Sério?

- Aham.

O grandão deu de ombros e me puxou para mais um abraço, dando-me dois beijinhos no rosto.

- Gostei disso. – Ele sorriu, mostrando suas covinhas – E você hein Bellinha... – Emm se afastou, olhando-me de cima a baixo – Ficou muito gostosa. Se eu não estivesse noivo e você não fosse namorada do meu irmão, te pegava fácil.

- Emmett... – Edward me puxou dos braços do irmão – Será que podemos ir?

- Vamos, a mamãe está louca para ver sua namorada.

Olhei para Edward e suspirei. Ia ser difícil mentir para Esme, eu a conhecia desde pequena e isso nunca aconteceu, a não ser quando Edward mentia que ia dormir em minha casa e ia dormir com o Jacó... E eu os acobertava.

Ódio de mim!

Fomos juntos para o estacionamento do aeroporto.

- Deixa que eu faço isso... – Edward pegou a mala da minha mão para guardar no carro. – Ai droga...

- O que foi? – Emmett perguntou de dentro do carro.

- Nada. – Meu muso respondeu olhando para a mão com cara de choro.

- O que houve? – Sussurrei, aproximando-me dele.

- Bells... – Ele resmungou – Quebrei minha unha.

Belisquei o braço dele, fazendo-o me olhar feio.

- Vamos logo pombinhos, vocês poderão se pegar na casa da praia.

Como eu queria que ele tivesse razão.

Edward foi colocar a outra mala dentro do carro, mas eu tirei da mão dele e fiz eu mesma.

Vai que ele quebra mais uma unha!

Entramos no carro e Emmett o ligou, manobrando para fora do estacionamento. Fomos relembrando alguns momentos do colegial, obvio que meu cunhado de mentirinha não deixaria passar os furos que dei. Felizmente não demorou muito para que chegássemos à enorme casa de praia dos Cullen’s enfrente a enorme praia. Todos estavam na varanda da casa, rindo e conversando.

Emmett foi o primeiro a sair do carro. Antes que eu saísse Edward segurou meu braço.

- Bella, obrigada de novo.

- Tudo bem. – Sorri para ele – O que a gente não faz por um amigo.

Um amigo que eu queria que fosse mais que amigo.

- Você é incrível. – Meu muso sorriu. – Fique aqui, eu abro a porta pra você.

Deus, eu estava me apaixonando mais ainda. Abrir porta para mim? Não se fazem mais homens assim.

- Obrigada. – Agradeci a ele segurando sua mão para sair do automóvel.

Tremi quando Edward beijou minha bochecha e entrelaçando nossos dedos, puxando-me em direção aos Cullens.

- Oi família. – Meu amado soltou minha mão para abraçar a mãe.

- Oh querido, que saudades.

- Oi Bella. – Alice aproximou-se me abraçando – Faz muito tempo que não te vejo.

- Sim Lice. – Sorri para ela.

- Como está amiga?

- Ótima. – Melhor ainda se eu estivesse em um quarto com seu irmão, nós dois nus se esfregando um no outro, completei mentalmente. – E você?

- Bem.

- Hm... – Carlisle também se aproximou de mim, olhando-me de cima a baixo – Agora eu sei por que Edward nunca sai de Forks, eu também não conseguiria ficar longe de um pedaço de mau caminho como esse.

- Carlisle! – Esme se soltou de Edward e bateu no marido - Oi Bella, nossa querida, como você crescer.

- Esme. – Eu a abracei sorrindo.

- Não ligue para Carlisle, ele ainda é o mesmo bobo de sempre.

- Sem problemas.

- Bellinha, essa daqui é a doida que me atura... – Emmett aproximou-se abraçado com uma loira – Rosalie para você, mas eu a chamo de cachorrona.

- Emmett! – A loira ruborizou.

- Bella agora faz parte da família Rose, não há mal algum em contar um segredinho.

Ri abraçando a loira.

- Sério, você tem que gostar muito dele para passar por isso.

- Ei Bella, não suja minha fita. – Meu cunhado rolou os olhos rindo – Mas conta ai, vai dizer que não tem um apelido carinhoso para o Ed?

Edward arregalou os olhos. Bom, eu ia sofrer muito, então não faria mal eu me divertir um pouco, né?

- Edward é o meu tigrão, não é amor?

-Bells...

- Tigrão, agora eu faço parte da família, qual o mal em contar um segredinho?

Todos riram da cara que Edward fez. Um loiro se aproximou, parando ao lado de Alice.

- Bella esse é meu namorado, Jasper, irmão de Rosalie.

- Prazer Bella. – Ele me cumprimentou com um beijo no rosto. E eu dei dois beijinhos no rosto dele. Emmett riu.

- Coisa de boiola. – O grandão deu de ombros – Mas é moda no Brasil.

- É? – Alice arqueou as sobrancelhas. – Eu não sabia!

- Pois é... – Passei a mão pelos meus cabelos.

- Bom, vamos entrar... – Esme segurou minha mão em direção a porta da frente – Meninos tragam as malas e vocês meninas, venham comigo.

Olhei para trás e vi Edward andando conosco.

- Só um minuto Esme. – Sorri para minha sogra. Puxei meu namorado para longe. – Edward, presta atenção!

- O que?

Rolei os olhos.

- Sua mãe disse meninas e você estava acompanhando ela.

Ele coçou os cabelos com um sorriso amarelo.

- É a força do habito.

- Controle-se ou eles vão perceber.

- Ok.

Voltei até Esme e Edward foi retirar as malas do carro.

- Eu sempre soube que vocês tinham alguma coisa... – A mãe do meu muso riu. – O almoço está quase pronto, estávamos esperando vocês chegarem. Alice mostre a Bella o quanto onde ela e Edward irão ficar.

Sorri. OMG, eu ia dividir um quarto com ele?

Não pude evitar, minha imaginação foi longe com aquela noticia.

~ Imaginação fértil de Isabella Modo ON ~

Eu me acomodei melhor na cama e no mesmo instante a porta do banheiro abriu.

Suspirei olhando para o homem gostoso que saiu de lá. Edward tinha uma toalha amarrada ao redor de sua cintura, seu peito desnudo e seus cabelos estavam molhados. Como eu queria ser aquela gotícula que escorregou do queixo dele, passou por seu tórax, ziguezagueou por aquele tanquinho e sumiu atrás da toalha branca.

- Gosta do que vê Bells?

- Aham.

Meu muso deu um sorriso safado e levou sua mão ao nó da toalha.

- Quer ver o que tem atrás dessa toalha?

- Aham.

Edward riu, aproximou-se da cama e me deu um tapa na nuca.

~ Imaginação fértil de Isabella Modo OFF ~

- Ai! – Alisei minha cabeça. Pisquei algumas vezes, um tanto desnorteada.

- Sério, o que foi isso? – Alice deu um passo para trás – Você dorme em pé?

Olhei para o chão, envergonhada.

- Me desculpa, eu acabei viajando...

- Percebi. – A baixinha riu – Mas devo confessar que fiquei um pouquinho assustada.

- Eu não sou assustadora.

Alice deu de ombros e saiu me puxando escada a cima.

- Esse é o quarto em que Edward sempre fica. – Minha cunhada abriu a porta e me empurrou para dentro. – Têm travesseiros e lençóis no armário, você e Edward põem dividir aquele closet ali, também tem toalhas no banheiro.

- Obrigada Allie. – Sorri para ela.

- Agradeça a mamãe, ela está feliz por Edward finalmente ter trazido uma namorada para ela conhecer. Agora vou descer, tome um banho e desça para o almoço.

- Ok.

Dei um sorriso amarelo. Era horrível mentir para eles.

Esperei Alice sair do quarto, fechei a porta e fui para o enorme  banheiro que havia ali.

Tirei minha roupa, liguei o chuveiro e me enfiei embaixo dele. Lavei meus cabelos e meu corpo com calma, depois encontrei uma toalha no armário. Enxuguei-me, sai do banheiro. Nossas malas já estavam ali no chão próximas ao closet.

Peguei um vestido curto e minha lingerie.

Acabei me empolgando um pouco na frente do enorme espelho que havia ali.

- Eu quero ser muito famosa e ter o seu amor, mas quero sentar no sofá do Jô... – Desatei o nó da toalha e comecei a balançar meu corpo para um lado e para o outro. – Eu quero casar com você e estar na TV, faturar milhões num DVD... – Tirei a toalha e a joguei encima da cama. – Sempre que eu vou me deitar, eu vejo o meu nome brilha, mas sinto que se estou com você, eu tenho paz... E o que eu vou fazer se eu quero muito m... – Nesse mesmo instante, enquanto eu rebolava até o chão, a porta do quarto foi aberta. – AAAAAAAAAAAHHHHHH!

- AAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHH! – Edward também gritou, virando-se rapidamente de costas, não sem antes me dar uma olhadinha. – Bella... eu... porra... ew!

Corri até a cama e peguei a toalha.

- Ew o que? – Grunhi – Não sabe bater na porta não?

- Mas esse é o meu quarto, o que você está fazendo aqui?

Ele ainda estava de costas.

- Lamento informar, mas vamos ter que dividir o quarto. – Suspirei – Pode se virar.

- Você não está mais... com essas coisas aparecendo?

- Não chame minhas coisas de coisas ok? Está tudo em perfeito estado aqui, meus seios estão durinhos, minha bunda empinada e minha xana depilada, não tenho nenhuma celulite, muito menos varizes.

Edward virou-se e deu uma olhada no meu corpo – que já estava coberto pela toalha –, mas logo depois voltou a virar o rosto.

- Tudo bem. – Ele suspirou – Tente apenas se manter coberta.

Rolei os olhos, ele pensava o que? Que eu ia ficar nua para tentar seduzi-lo? Tudo bem que eu era apaixonada por ele e o queria em minha cama, mas apelar para esse lado não.

Edward parecia tão constrangido que me fez rir.

- Prometo me trocar no banheiro – Sorri para ele – Mas lamento dizer, eu durmo pelada.


<<< Prólogo                     Capitulo 1 >>>

9 comentários:

♥nanah♥ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Izah disse...

caraaaca meu mt hiláriio
e é um puta desperdiçio o Ed ser gay

Anônimo disse...

Essa fic é muito, muito legal e apaixonante. Fico esperando anciosa pelo próximo capítulo. e é um puta desperdiçio o Ed ser gay²
Não demora pra postar, pleeease

Bih Gilbert disse...

kkkkkkkkkkkkk' Hmmm to doida pro "tigrão mostrar seu lado Hetero logo...

Daiane Farias disse...

Que Ed mais GAY!!
Quase chora pela unha quebrada!!
Ameii o final, a Bella dorme pelada, aushauhsua
Quero mais
Beijos

nica disse...

Caraca sério nunca pensei em ler uma fic em que ED.Cullen seria gay mais essa tô raxando de rir,puts parece bem mulherzinha pior que meus amigos Homo*kkkkk,mis super curiosa em saber como a autora vai colocar em palavras o momento hetero dele ja que Ed e Jack tem uma relação pelo que diz a história de anos e puts Bella de cumplice nessa desde sempre,Parabéns a autora pela imaginação.

Zenilda disse...

Amiga eu tbm choro por uma unha quebrada, entao fala pro Ed q é normal dá pity
sabe eu realmente gosto do geito q voce escreve essa fic acho q fica muito leve e muito bem escrita a forma com q voce descreve as coisas e os personagens
eu só espero q a Bella de sorte em sua espera
beijusss flor

Anônimo disse...

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, eu qro mais um cap
mimimi.

qro matar o jacob é...
kkkkkkkkkkkkkk

By:Mikka

roberta alcantara disse...

Rachei de rir
Kkkkkkkkkkkkkk
Só espero que no final Bells e Ed fiquem juntos... *.*

Postar um comentário