Bem vindos ao Fanfics da Cah. Sou Camila Cocenza, futura garota de programa! E não, não é o que estão pensando, apenas pretendo cursar Engenharia da Computação. Para mais informações: cahcocenza@hotmail.com

25/03/2011

Short-Fic - Deixe-me Te Amar - Capitulo 2

N/A: Esperto que gostem *--* Comentem!

------ x ------


= ~ 20h30min ~ =


Desliguei a torneira e entrei na banheira, deixando todos meus músculos relaxarem.

Fechei os olhos e respirei fundo.

Eu estava feliz. Quem diria, Edward e eu comemorando dois anos de casados.

Tudo bem que não comemoramos essa data como os outros casais, mas só o fato de Edward me levar a algum lugar já era o bastante.

 A porta do banheiro foi aberta, automaticamente cobri meus seios com meus braços.


- Não tem nada ai que eu já não tenha visto antes.

Meu peito inflou, era Edward.

- Pensei que você chegaria mais tarde.

Ele deu de ombros e começou a abrir os botões de sua camisa branca.

- Acho que fiz bem em vir mais cedo, preciso me aliviar.

Sua camisa deslizou de seus braços e caiu no chão, logo sua calça, meia, sapato e cueca tiveram o mesmo destino.

Mordi os lábios admirando aquele homem, que caminhava em direção a mim. Não importa quantas vezes eu o visse nu, nunca deixaria de me surpreender com tanta beleza.

Edward sentou-se no outro lado da banheira. Não perdi tempo, me sentei em seu colo e capturei seus lábios.

- Que bom que você veio... – O abracei. – Obrigada.

- Isabella. – Suas mãos agarraram meu ombro, afastando-me. Seus dedos desceram por minha bochecha e jogaram uma mecha de minha franja para trás – Você sabe que o meu interesse por você é só na cama, jamais irá passar disso, assim como o seu por mim.

Fechei os olhos assentindo. Eu sabia que meu amor por ele jamais seria correspondido, mas eu nunca desistiria.

- Faça hoje um dia especial, para mim. – Afaguei sua bochecha.

Ele revirou os olhos.

Porque Edward não acreditava em mim? Estava mais do que claro que eu o amava. Como ele se quer ousava pensar que isso era mentira?

- Certo, dou minha palavra que será uma noite diferente, mereço muito sexo essa noite, afinal, são dois anos casado com você. – Ele fechou a cara e deu de ombros – Agora fique quietinha, minha vadia.

- Eu não sou vadia...

- Você é. Todas as mulheres são.

Eu já estava pronta para responder, mas meus lábios foram ocupados pelos seus.

Bastou um beijo para que meu corpo ficasse mole, meu coração disparasse e minha respiração se tornasse acelerada.

Céus, aquele homem me deixava sem chão.

Enrosquei meus dedos em seus cabelos, puxando-os. As mãos de Edward agarraram minha cintura e encaixaram-me em seu membro.

- Gostosa... – Edward gemeu ajudando-me a mover-se sobre ele.

Suas expressões faciais se modificavam a cada descida e subida do meu quadril. Eu estava lhe dando prazer, isso me deixava feliz.

Ele estava gostando. Eu estava gostando. No entando... só eu amando.

[...]

Edward enlaçou minha cintura enquanto caminhávamos em direção a uma mesa onde tinha algumas pessoas. Eu sempre gostava de quando Edward me convidava para ir com ele nesses tipos de festas, ele se tornava outro homem totalmente diferente do que realmente era, comigo.

- James. – Edward cumprimentou o um dos homens que estava sentado à mesa.

- Edward! – O loiro levantou-se e apertou a mão de Edward.

- Essa é minha mulher. Isabella.

- Prazer. – Estendi a mão.

- O prazer é todo meu.

O tom em sua voz não me agradou, puxei minha mão. Edward a pegou e entrelaçou nossos dedos.

- Vamos nos sentar.

Edward e eu nos sentamos. Ele passou a conversar com as pessoas, eu mal as conhecia.

Deixei meus olhos vagarem por aquele salão.

Um sorriso escapou dos meus lábios...

Foi aqui a festa do nosso casamento.


POV Edward


Heidi lambeu seus lábios, sensualmente.

Fazia tempos que eu não via aquela vadia, mas ela continuava a mesma puta e gostosa de sempre.

Olhei para Isabella, seus olhos mostrava o quão desconfortável ela estava ali, já que não conhecia ninguém.

Heidi levantou-se e piscou para mim.

Mordi os lábios e desci meus olhos por suas costas parando em sua bunda.

- Isabella.

- Sim? – Ela sorriu para mim.

- Vou ao banheiro, já volto.

Isabella franziu a testa e assentiu.

Entornei o uísque que estava em meu copo. Levantei-me e caminhei para o banheiro, não o masculino, mas sim o feminino.

Por sorte, o local estava vazio. Mais a frente, vi Heidi sentada sobre a pia, com as pernas cruzadas.

- Eu sabia que você viria...

Caminhei até ela e parei entre suas pernas.

- Não sou homem de dispensar sexo... – Apertei sua coxa.

- Você continua o mesmo. – Ela riu – Só que está casado.

- Isso não diz nada.

- Eu sei... – Sua mão desceu por meu peito até meu cinto, abrindo-o. – Mas ela vai ficar chateada.

- E quem disse que ela vai ficar sabendo?!

As pernas de Heidi enlaçaram minha cintura. Tirei-a da pia, a joguei contra a parede de uma cabine e fechei a porta.

Retirei uma camisinha do bolso de trás antes de deixar minha calça cair aos meus pés.

- Camisinha? – Ela revirou os olhos – Eu tomo anticoncepcional.

- Não. Mantenha a perna aberta e a boca fechada.

Ela acha mesmo que eu ia correr o risco de comê-la e pegar alguma doença ou até mesmo engravidá-la?


POV Bella


Coloquei a mão na maçaneta da porta. Eu sabia qual cena flagraria, mas não consegui parar. No fundo, eu queria estar errada, no entanto, estava tão obvio...

Rodei a maçaneta e abri a porta.

- Oh Edward...

Sim, eu não estava errada.

Fechei os olhos reprimindo minhas lágrimas. Forcei meu corpo a dar meia volta e sair dali, mas meus pés não se mexeram.

Porque Edward não se contentava em ter somente a mim?

Qual era o problema?!

Comigo?

Eu não lhe dava prazer? Não o saciava?!

Porque isso acontecia...

Eu não podia acreditar que Edward estava ali, com outra. Seus gemidos que eram altos logo pararam, não demorou muito para que a porta da última cabine fosse aberta.

Edward e a loura saíram do cubículo, não me viram, a loura puxou meu marido e colou seu corpo no dele.

Aquilo era demais para mim.

- Quando volto a te ver gostoso?

- Não sei.

Apertei os olhos e forcei minhas pernas a moverem-se. Abri a porta e quando sai a bati com força, cruzei o salão e sai do local, já na calçada acenei para um taxi.

<<< Capitulo 1                                    Capitulo 3 >>>

7 comentários:

♥nanah♥ disse...

OMG!
edward filho da mããee!
po velho num se faaz uma coisa dessa nãão!!
AAAAAA'
Poosta Maais Caah!
qero ver o que a bella vai fazeeer'

Paulinha disse...

AAAAAAAAH! Edward sem vergonha.
A Bell's nãao merece.
OMG, to ansiosa pro próximo capitulo.
Espero que a Bellinha de um belo pé na bunda dele.
Quem sabe assim ele aprende.

Nem preciso dizeer que a FIC é perfeita, né?
Ta demaais Caah, assim como todas as outras.
So tua Fã. (=

máanuh disse...

posta posta postaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

aiinnn isso n se faz, eu quero ler o próximo cap *-*

helenafrancisco2010 disse...

aaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhh seu desgraçado ,homem é tudo igual só pensam com a cabeça de baixo !!!
vontade de matar esse ED!
o que será que a Bella irá fazer ....ir pra casa e chorar ou vai se vingar ??
ansiosamaente á espera do próximo cap. ,pleaseeeee posta logo

eloah disse...

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh Não acredito...
Edward seu cachorro, como pode fazer isso com a Bella...
Vai la Bella de um belo pé na bunda dele e faça ele vir correndo atras de vc que nem um cachorrinho.....
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk adooooooooro suas fic Caah
bjssss

michely disse...

EU - AINDA - QUERO MATAR O EDWARD !

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
No dia em que os dois fazem dois anos de casamento!Ele vai e transa com outra no mesmo lugar que sua própria esposa tá! Ô ÓDIO !

Pelomenos Bella foi pra casa! Por que se ela ficasse lá e ainda toda sorridente do lado dele ...EU PENSARIA QUE ELA É MAIS IDIOTA DO QUE EU PENSAVA !

Mesmo assim eu tô sofrendo junto com a Bella!Quase chorei lendo esse capitulo gente!

Tô amando a fic !
Vou lá ler mais ! *-*

Zenilda disse...

gente q capitulo foi esse....????
querida vc escreve com maos de fada
beijusss

Postar um comentário