Bem vindos ao Fanfics da Cah. Sou Camila Cocenza, futura garota de programa! E não, não é o que estão pensando, apenas pretendo cursar Engenharia da Computação. Para mais informações: cahcocenza@hotmail.com

06/03/2011

I Never Told You - Capitulo 10


Capitulo 10

POV Edward

Já se passavam das 21h00. Depois da nossa vitória, fomos todos para o apartamento de Emmett para comemorar, eu estava quebrado, louco por um banho.

Assim que entrei em casa vi a TV ligada, mas ninguém estava ali na sala.Subi as escadas, e já no terceiro degrau ouvi som de panelas caindo na cozinha. Inclinei-me um pouco para ouvir o que estava rolando lá...

Droga, não sei por que infernos vocês mulheres usam isso... - Era meu pai, e ele resmungava de algo - Onde está a porra desse feixe?

Prendi o riso. Minha mãe tem razão quando diz que eu e meu pai somos muito parecidos.

aqui amor... aqui...

Deixei os dois com suas perversidades e subi para meu quarto. Tomei um banho demorado e parei na frente do espelho admirando o rostinho lindo que mame tanto cuidou, e que agora estaria com vários hematomas se eu no fosse to sortudo... ou talvez to amado pelo meu melhor amigo.

POV Bella

Abri a porta do boxe, caminhei até minha cama e me joguei nela. A cena no vestiário ainda rodeava minha cabeça, só de lembrar eu ria.

Flash Back ON

Minha primeira reação foi apoiar a mão no tórax de Edward e empurrá-lo, mas acho que exagerei um pouquinho e o garoto foi parar no chão.

Eu realmente não estava me importando com ele, meus olhos estavam fixos em Emmett, que fechou a porta do vestiário, caminhou parando em frente a Edward enquanto cruzava os braços.

- Eu posso m-me explicar! - Edward levantou-se em um pulo. Eu podia sentir o medo em sua voz.

- Explicar o que? - Meu irmão abriu os braços e os jogou para cima - Que está pegando minha irmã?

- Emm não me bate!

- Te bater?! Eu devia te meter umas porradas por estar pegando minha irmã... - Emm avançou sobre Edward e o puxou para um... abraço? - Eu devia te meter umas porradas por estar pegando minha irmã e nem ter compartilhado essa noticia bizarra comigo. Sempre quis ter um cunhado que eu gostasse.

Suspirei aliviada. Edward também. Ei, espera, cunhado?!

- Emmett, não somos namorados!

- Que importa? Ed está te dando uns pegas mesmo...

Rolei os olhos.

- Então... você não vai me bater?

- Não Edward, não vou te bater. - Meu irmão riu abraçando-o - E ai cu, da pra jogar?!

- Cu?

- Cunhado. - Emm deu de ombros.

- Ah... - Edward riu todo sem graça - Da sim, sua irmã cuidou de mim direitinho.

Os dois olharam para mim. Senti minhas bochechas esquentarem.

- Ok, então vá lá para fora, pois eu preciso levar um papo com Emmett.

Peguei a camisa e o tênis do garoto que estava no chão e joguei para ele.

- Certo.

Edward saiu do vestiário, mas antes me deu um selinho. Suspirei.

Emmett sentou-se ao meu lado rindo.

- Está rindo do que idiota?!

Ele se recompôs.

- De você... - Deu de ombros - Pegando uma criança. Sabe que pode ser acusada de pedofilia?

- Edward maior de idade. E ninguém sabe sobre nós, a não ser Jasper, Alice, e agora você.

Meu irmão franziu a testa e virou o boné na cabeça, deixando-o para trás. Ele sempre fazia isso quando estava confuso.

- Por quê?!

- Emm... - Segurei sua mão na minha - O que vão pensar de mim? Uma mulher de 25 anos se relacionando com um rapaz de 19, repetente, e ainda por cima, seu aluno...

- Ok, você está fudida. - Ele gargalhou beijando minha bochecha - Vocês tem meu apoio. Edward pode ser um pouco perdido, mas um bom garoto. Não por menos que você tenha se apaixonado por ele.

- Eu?! - Ri, um pouco nervosa - Não, não estou apaixonada por ele. É apenas uma atração bem forte. Não quero me apaixonar novamente e sofrer a mesma decepção.

- Edward no como Jacob - Garantiu - Dou aula para ele há muito tempo, se você tivesse se mudado antes para Forks teria nos visto sempre juntos, saiamos sempre, mas ai fiquei noivo de Rosalie e ele começou a sair com James e os outros garotos - Franziu a testa - Ai sim ele realmente perdeu o rumo.

- Como assim?

- James anda com Edward porque ele precisa de algum inocente e bobo o suficiente para comprar bebidas e drogas.

- Drogas?! - Indaguei surpresa. Sempre soube que o garoto era rebelde e tudo mais, mas nunca imaginei que chegaria a esse ponto.

- Aham.

- O... O Edward dependente químico?

- Não, mas tenho certeza que já usou. - Mordi os lábios. Eu podia imaginar varias coisas sobre Edward, mas nunca isso. - Bom. - Emmett passou o braço ao redor de mim - Vamos lá, os garotos vão entrar no campo.

FLASH BACK OFF

POV Edward

- Edward!... Edward!!!

Balancei a cabeça um pouco perdido e virei-me para encarar minha mãe.

- Oi?

Por algum motivo meus pais riram.

- Sua mãe perguntou como foi o jogo de hoje.

- Ah sim... - Ri. - Remexi minha comida com o garfo enquanto falava. - Foi bom, nós ganhamos.

- Eu queria tanto ter estado lá... - Minha mãe choramingou - Eu nunca perdia um jogo seu quando era menor.

Dei de ombros.

- Sem problemas, afinal, vocês estavam trabalhando...

- Falando em trabalho, como anda o seu?!

- Ótimo, aquele time estava em uma situação precária, mas comigo no comando, tudo melhorou.

- Metido igual ao pai... - Mamãe rolou os olhos enquanto limpava os lábios com o guardanapo. - Então filho... - Ela mordeu os lábios, eu sabia que ela queria perguntar algo. - O que fez ontem noite? Sue me contou que te viu em um restaurante com uma garota.

Passei a mão pelos cabelos. Sue havia me visto com Bella, mas ser que ela a conhecia? Bella estava a pouco tempo na cidade.

Olhei para minha mãe, tentando notar alguma jogada. Ela poderia estar jogando um verde. Mas seus olhos demonstravam curiosidade e ansiedade.

- Uma garota ai, que eu conheci.

- Aquela do dia em que você ligou para avisar que ia dormir fora? - Meu pai arqueou as sobrancelhas.

- Sim pai. - Sorri torto - Ela é... legal.

- Legal? Sei! - Papai riu - Para você estar com a mesma garota a mais de uma semana porque ela muito gostosa e boa de cama.

- Carlisle!

- Pai!

- Só estou dizendo a verdade ora!

Neguei com a cabeça.

- As coisas não são bem assim... Quando estou com ela eu me sinto um homem, não um rapaz de 19 anos que todos criticam. Ela especial. Rola uma química bem bacana entre nós dois, além disso, ela linda, inteligente e gentil. Ah! No posso me esquecer também que ela gostosa e boa de cama. - Brinquei.

Meu pai riu, minha mãe corou.

- Quando vai trazê-la aqui?

Ah mãe, nem se preocupa, amanhã tenho aula com ela. Aliás, ela já vem aqui há quase duas semanas...

Ok, essa resposta não era a mais apropriada.

- Mãe, não estamos namorando, é apenas... apenas um rolo. - Entornei meu copo de refrigerante. - Afinal, porque não convidam a Srta Swan para jantar aqui em casa amanhã? Ela sim merece um jantar, vem me aturando há quase duas semanas.

- Acho que Edward está repleto de razão.

Ótimo, eu estava realizando o desejo de minha me em ter minha ficante aqui em casa, sem ela saber claro, mas o que vale a intenção.

[...]

Eu nunca quis ir tanto a escola como eu queria hoje. Sem duvida, ver a cara de Jacob era a melhor coisa que me aconteceria hoje, tirando minha aula com Bella mais tarde.

Enquanto eu saia do carro pude ver James e os outros me encarando de longe. Fazia tempos que eu no saia com eles e aquilo estava incomodando a ele já que sempre fui eu quem pagava nossos gastos.

James tocou na mão dos rapazes se despedindo e veio em minha direção.

- Edward, vai rolar uma festa hoje na casa da Lauren, vai ter muitas gatas...  - Ele tocou meu ombro - Vamos?

- Desculpa cara, minha mãe vai fazer um jantar lá em casa, eu preciso estar presente.

- Mas a festa acaba só... ok, só Deus sabe quando ela vai acabar, você pode ir depois do jantar.

- Vou tentar cara. - Toquei seu ombro - Agora preciso ir.

Tentei passar por ele, mas James segurou meu braço.

- Qual Edward? Impressão minha ou você está se afastando dos seus irmãos?!

- Eu não estou me afastando de vocês. - Puxei meu braço - Eu apenas tenho minha vida, não posso deixar tudo de lado para sair com vocês, entenda.

- Beleza então. - Ele deu um passo para trás e tocou meu ombro - Tem algum trocado pra me emprestar ae?!

Abri minha carteira e tirei de lá 10 dólares.

- É tudo o que tenho aqui, não recebi meu salário ainda.

- Valeu. - James puxou as notas da minha mão - Se quiser aquilo, vou estar na rua de trás no fim das aulas.

- Ok brow, agora preciso ir.

Entrei na escola, peguei meus materiais no armário, mas antes de entrar na sala de aula passei na cantina e comprei Chiclet's. Jacob odiava chicletes em sua aula. E eu amava deixá-lo nervoso.

Diferente de antes, não me sentei na ultima cadeira da ultima fileira, me sentei na frente. Eu queria que ele me visse e tivesse que aturar minha carinha linda até o fim da aula.

POV Bella

Eu ainda me questionava sobre o porquê deu me relacionar com Edward. Tudo bem que ele era lindo, gostoso e muito bom de cama, mas isso são qualidades que nunca me fizeram ficar tão fascinada em um homem. Tudo o que eu buscava em um homem Edward não tinha. E o que eu mais procurava em um homem era fidelidade. Como eu podia confiar em um garoto que tem uma vida boemia?

Agora eu estava me perguntando por que eu estava me perguntando sobre isso. Era só sexo não? Então porque me martirizar sobre as evidentes garotas que Edward deve pegar por ai depois que sai daqui? Ta certo que ele prometeu se fosse fazer isso iria terminar comigo algo que no tínhamos.

No fundo eu sabia que isso era tudo medo de ser traída novamente. Eu tentei imaginar que com Edward poderia ser diferente, mas era tão obvio...

Nesse instante eu estava entrando com meu carro na rua da casa dele. Na medida em que me aproximava eu podia visualizar melhor a imagem de Edward rindo, sentado no meio fio ao lado do garotinho que me cantou.

Meu garoto estava com apenas um bermudão branco, daqueles que se usa para jogar futebol, sem camisa, com um boné branco e chinelos também branco nos pés.

Deus! Ele estava adolescentemente gostoso.


POV Edward


- Você é um pequeno idiota! – Empurrei Derick. Ele riu.

- Eu saibo.

O garoto era hilário. Desde que o conheci, no final da tarde sempre sentávamos em frente a minha casa e ficávamos falando merda.

- Garoto, você é demais.

- Não, você é... – Ele ia falar algo, mas desviou sua atenção para o carro de Bella que acabara de estacionar do outro lado da rua. Quando a porta abriu, Bella saiu de lá vestindo um vestido não muito curto, mas que ficava perfeito em seu corpo. Derick suspirou – Ok, ela é demais...

- Ei! – O cotovelei – Mais respeito, falou?

- Ih,  egoísta! Quer a totosa só para você!

Ela se aproximou sorrindo. Sorri.

- Garoto, nos vemos amanhã.

Me levantei, ele também.

- Sim senhor treinador Cullen!

Acenou para Bella enquanto corria para longe.

- Oi. – Ela sorriu para mim.

- Oi. – Mordi os lábios – Vamos entrar?

- Sim.

Bella me seguiu para dentro de casa. Já na sala ela soltou sua bolsa no sofá e me olhou.

- Não vamos para a sala de jantar? A mesa é melhor para mim apoiar o caderno...

- Bom... – Minha professora se aproximou perigosamente. Fui dando passos para trás até que cai sentado na poltrona – Seus pais estão em casa?

- N-não...

- Ótimo... – Encaixou-se entre minhas pernas – Hoje você vai aprender matemática de um jeito que nunca mais vai esquecer.

Louvado seja nosso senhor Jesus Cristo!

<<< Capitulo 9                                         Capitulo 11 >>>

Um comentário:

Zenilda disse...

WOW que jeito sera esse;;;
e menina eu tbm queria me machucar sera que o Edward faria uma massagem em mim;;;
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
rsrsrsrs
capitulo sensacional
PARABENS QUERIDA VOCE ESCREVE COM MÃOS DE FADA
BEIJUSSS

Postar um comentário